Após 1 mês e meio, Population Zero, jogo de sobrevivência “inovador” já perdeu 97% de sua população no Steam

Publicado em 19/06/2020 - 16h44 por Márlon Vieira

Lançado em 5 de maio no Steam, Population Zero já perdeu quase todos os seus jogadores em apenas 1 mês e meio. O título, que está disponível na plataforma da Valve por R$ 57,99 e possui apenas 45% de avaliações positivas, já perdeu 97% de sua base de jogadores online — há um punhado de pessoas nos servidores. 

Population Zero estreou no mercado com a promessa de ser um jogo que “mudaria a nossa ideia de MMOs de sobrevivência”. As expectativas eram grandes, mas como muitas vezes acontece, a realidade acabou sendo impiedosa. Nas últimas 24 horas, o game registrou pico de apenas 13 jogadores online. O pior é que não há nenhuma expectativa que o título possa reverter essa situação, o modelo de negócio buy-to-play e as avaliações também não ajudam. 

Population Zero é um novo MMORPG de sobrevivência que coloca os jogadores no mundo de Kepler, onde devem explorar, procurar recursos e descobrir seus segredos. O título traz sistema de facções e guild refinada, possibilidade de criar seus próprios equipamentos e itens, criaturas desafiadoras, combate baseado na habilidade do jogador e muito mais. 

Visite a página do jogo no Steam.