Confira uma lista com 21 épicos RPGs Offline para jogar no PC e consoles agora em 2024, caso você não tenha amigos…

Publicado em 14/05/2024 - 23h46 por Yohan Bravo

Nos últimos anos, o grupo dos melhores RPGs offline para PC e consoles recebeu uma boa quantidade de títulos novos e se tornou ainda mais atrativo para os fãs do gênero. Contudo, a verdade é que ainda há alguns clássicos que não perderam “a magia” e conseguem oferecer jornadas incríveis para os players. Em outras palavras, os jogos de RPG evoluem, mas algumas lendas não são esquecidas e essa combinação entre o clássico e o moderno acaba atraindo os olhares de muita gente. Sabendo disso, resolvi montar esta seleção. De modo geral, separei histórias épicas, que merecem a atenção de todos aqueles que curtem experiências “role-playing”… vamos dar uma olhada?

Melhores RPGs offline para PC e consoles

1. Atelier Ryza 1, 2 e 3 (PC, PlayStation 4 e Nintendo Switch)

Para abrir esta seleção com os melhores RPGs offline para PC e consoles, temos a subsérie Atelier Ryza (2019 a 2023), que faz parte da franquia Atelier e oferece três jogos incríveis, com direito a belas construções em estilo anime, personagens muito cativantes e histórias envolventes. Ao longo das aventuras que compõem a trilogia, assumimos o controle sobre a aventureira Ryza e seus companheiros e podemos encarar belas batalhas em turnos. Além disso, o game tem a alquimia como um dos seus elementos fundamentais e os sistemas de jogo relacionados com essa ciência acabam abrindo margem para uma boa série de personalizações. Acho válido dizer que essa é uma trilogia mais indicada para os fãs dos chamados JRPGs, mas todos aqueles que curtem jornadas fantásticas podem ter a certeza de que vão se divertir com os games.

  • Mais informações: Steam

2. Baldur’s Gate 3 (PC, Xbox e PlayStation)

Por ser o GOTY de 2023, Baldur’s Gate 3 não poderia ficar de fora desta seleção e a verdade é que poucos RPGs atuais são tão profundos e envolventes. Além de contar uma história impecável e ter alguns personagens que conseguem nos fazer torcer por eles, o jogo conta com mecânicas baseadas nos clássicos RPGs de mesa, o que nos dá aquela sensação de que realmente estamos dentro da aventura. Aliás, é importante destacar que a experiência fica ainda mais divertida no modo multiplayer, pois tudo acaba funcionando como aquelas reuniões de amigos que curtem o icônico D&D. E como a quantidade de conteúdo é impressionante, é justo dizer que esse é um jogo capaz de prender a atenção dos players por muitas horas. Não deixe de conferir!

3. Chrono Trigger (PC, PlayStation)

Como eu destaquei, alguns clássicos ainda conseguem garantir a diversão dos fãs de RPGs e Chrono Trigger (1995) é um exemplo que ilustra isso perfeitamente. Por conta da sua história impecável, o título é considerado como uma das maiores lendas do mundo dos games e uma síntese daquilo que os JRPGs têm de melhor. Nessa aventura, assumimos o controle sobre o herói Chrono e seus companheiros e podemos desbravar um mundo incrível (em linhas de tempo diferentes). Vale lembrar que esse game continua servindo como fonte de inspiração para diversos projetos e já recebeu diversas versões aprimoradas, o que quer dizer que a aventura continua atrativa e os devs não permitem que ela fique presa ao passado. Resumindo, temos aqui uma verdadeira lenda!

  • Mais informações: Steam

4. Digimon Survive (PC, Xbox e PlayStation)

Digimon Survive (2022) passou tanto tempo em desenvolvimento que muitos players até chegaram a crer que o jogo não ficaria pronto. No entanto, quando a aventura ficou disponível, a longa espera se tornou irrelevante, já que o game oferece uma história incrível, que é contada no estilo visual novel, e combates em turnos extremamente estratégicos. Obviamente, os Digimon ficam no centro das atenções o tempo todo, mas a proposta do jogo abre margem para os personagens humanos ganharem um pouco mais de destaque. Como bônus, ainda temos alguns sistemas que garantem um bom nível de simulação e nos dão a oportunidade de “entrar na pele” dos heróis e curtir experiências bem variadas e divertidas. Em suma, esse é um game que merece um olhar mais atento.

  • Mais informações: Steam

5. Divinity: Original Sin 2 – Definitive Edition (PC, Mac, PlayStation e Xbox)

Produto dos mesmos criadores do incrível Baldur’s Gate 3 (que eu já citei nesta lista com os melhores RPGs offline para PC e consoles), Divinity: Original Sin 2 – Definitive Edition é simplesmente um jogo épico! Não, não estou exagerando. O game nos coloca em um mundo fantasioso cheio de grandes perigos e nos dá total liberdade para criar nossos heróis de acordo com as nossas preferências. As batalhas, por sua vez, seguem um esquema de turnos, mas apresentam inovações muito interessantes e opções que garantem experiências cooperativas memoráveis. E isso quer dizer que o game prova que o sucesso de Baldur’s Gate 3 não foi um mero acaso, já que os devs já tinham alcançado um nível muito elevado com o projeto e se prepararam para entregar uma nova e melhor aventura.

  • Mais informações: Steam

6. Dragon’s Dogma: Dark Arisen (PC, PlayStation e Xbox)

Mesmo já tendo sido lançado há um bom tempo, Dragon’s Dogma: Dark Arisen (2013), que é uma versão aprimorada do jogo original, oferece uma aventura épica, com direito a combates dotados de um nível adicional de ação, um mundo aberto que incita as explorações, um belo sistema de classes e uma história que “prende” o jogador do início ao fim. É bem verdade que os gráficos do jogo já estão bem defasados, mas é incrível como as coisas envelheceram bem. As mecânicas continuam muito atrativas e as opções de personalização ainda garantem a originalidade de cada jornada. Sendo assim, acho justo dizer que esse é aquele tipo de jogo que os fãs de RPGs devem experimentar pelo menos uma vez na vida.

  • Mais informações: Steam

7. Dragon Quest XI S: Echoes of an Elusive Age – Definitive Edition (PC, PlayStation e Nintendo Switch)

Último título de uma franquia lendária (até o momento), Dragon Quest XI S: Echoes of an Elusive Age – Definitive Edition (2017) é um JRPG “com todas as letras” e encanta com um visual que faz uso dos traços do lendário Akira Toriyama (criador de Dragon Ball). Esse game conta uma história incrível e nos dá a chance de controlar um time de personagens cheios de personalidade. Detalhe: o jogo nos engana no final, pois ele nos apresenta um desfecho épico para a trama, mas um capítulo adicional vem logo depois e aí sim o final verdadeiro é revelado. Portanto, se você for curtir esse game incrível, é bom prestar bastante atenção e não deixar de conferir essa continuação “secreta” (que é muito emocionante).

  • Mais informações: Steam

8. Eiyuden Chronicle: Rising (PC, PlayStation e Xbox)

“Spin-off” de um game que promete ser o sucessor espiritual da franquia Suikoden, Eiyuden Chronicle: Rising (2022) pode ser descrito como um RPG de ação que pende bastante para o lado dos jogos metroidvania e nos dá a chance de explorar mapas belíssimos. O game tem um funcionamento bem simples, mas tem algumas mecânicas viciantes e a gente sempre acaba querendo completar as quests, a fim de explorar todas as possibilidades do sistema de construção de cidades. E, claro, os personagens são um espetáculo à parte e já nos dão uma boa ideia daquilo que o vindouro Eiyuden Chronicle: Hundred Heroes terá a oferecer. Mesmo assim, a aventura funciona de forma independente e tem os seus próprios pontos de destaque, o que a torna merecedora da sua atenção.

  • Mais informações: Steam

9. Elden Ring (PC, PlayStation e Xbox)

Vencedor do prêmio GOTY em 2022, Elden Ring é um dos jogos mais badalados dos últimos anos e uma opção obrigatória para os fãs de games com uma pegada soulslike. Ao longo da aventura, temos a oportunidade de explorar um mundo incrível (que foi criado pelo autor da série de livros As Crônicas de Gelo e Fogo) e não são poucos os desafios que surgem ao longo da jornada. Na verdade, o game conta com chefões extremamente complicados, que exigem muito dos jogadores e até conseguem gerar uma boa dose de frustrações. Em linhas gerais, esse jogo pode ser rotulado como o ápice daquilo que os soulslikes tem a oferecer e uma opção que não pode ficar de fora das listas com os melhores RPGs offline para PC e consoles.

  • Mais informações: Steam

10. Final Fantasy X/X-2 HD Remaster (PC, PlayStation e Xbox)

Voltando a falar sobre os clássicos, temos aqui a dupla Final Fantasy X/X-2 HD Remaster (2001 e 2003). Com o nome dessa coletânea sugere, essas são as versões remasterizadas dos clássicos lançados no início do século e muitos players costumam dizer que as aventuras são as melhores da história da franquia Final Fantasy. Eu não concordo com essa afirmação, mas não posso negar que ambos os games, especialmente o primeiro, são excelentes e têm potencial para garantir boas horas de um gameplay extremamente divertido. Lembrando que a história do segundo jogo se passa dois anos após os eventos do primeiro game e apresenta respostas para muitos questionamentos. No fim das contas, podemos dizer que essas duas aventuras são espetaculares e merecem a sua atenção.

  • Mais informações: Steam

11. Final Fantasy XII: The Zodiac Age (PC, PlayStation e Xbox)

Ainda falando sobre a franquia Final Fantasy, temos aqui o jogo que eu considero como o mais interessante da série principal. Pois é! Final Fantasy XII: The Zodiac Age (2006) é um “prato cheio” para qualquer fã de JRPGs e sua história aborda temas bem profundos, apresentando uma pegada mais madura. É importante ressaltar que esse jogo se passa no mundo de Ivalice, que também funciona como plano de fundo para os lendários Final Fantasy Tactics (o meu favorito da franquia) e Vagrant Story. Além do mais, o game oferece um sistema de jobs muito interessante e suas batalhas são um pouco mais movimentadas. Sem dúvidas, esse é um game que tem muito a oferecer e merece ser consumido “até a última gota”, pois não falta conteúdo para os players explorarem.

  • Mais informações: Steam

12. Octopath Traveler I e II (PC, PlayStation e Xbox)

Ícones dos jogos HD-2D, Octopath Traveler I e II (2018 e 2023) são aventuras perfeitas para aqueles players veteranos que procuram por gráficos que remetem ao passado, mas ainda apresentam um “ar de novidade”. Contudo, esses games vão muito além da aparência e apresentam personagens com histórias muito bem desenvolvidas e sistemas de jogo viciantes. Agora, no que diz respeito às batalhas, o “tom nostálgico” acaba sendo elevado ao máximo, pois o game segue um esquema de turnos digno dos clássicos, mas ainda conta com algumas inovações muito bem-vindas. Para arrematar, a trilha sonora é impecável e o fato de podermos curtir as histórias de todos os personagens em detalhes acaba fazendo a experiência ficar ainda mais memorável. Não deixe de incluir essas aventuras na sua lista de “jogos a jogar”.

  • Mais informações: Steam

13. One Piece Odyssey (PC, PlayStation e Xbox)

One Piece Odyssey (2023) merece um lugar nesta lista com os melhores RPGs offline para PC e consoles por diversos motivos. Em um primeiro momento, o jogo já se destaca por apresentar o mundo e os personagens de One Piece de uma forma única. Porém, o verdadeiro apelo do jogo está no “ar de Dragon Quest” que ele exala. Isso mesmo! O game parece ter sido influenciado pela franquia da Square Enix e isso quer dizer que ele se apresenta como um JRPG de alto nível, que oferece excelentes batalhas em turnos, muitas mecânicas de exploração, belas histórias e sistemas de personalização que deixam tudo ainda mais envolvente. Em síntese, essa é uma opção certeira para os fãs da obra do genial Eiichiro Oda.

  • Mais informações: Steam

14. Pathfinder: Wrath of the Righteous – Enhanced Edition (PC, PlayStation e Xbox)

Com um belo sistema de combates e uma pegada um tanto quanto psicodélica, Pathfinder: Wrath of the Righteous – Enhanced Edition (2021) é outro game que remete aos clássicos RPGs de mesa e consegue garantir aquela sensação nostálgica. Ainda assim, a experiência pode ficar bem movimentada e complicada em certos momentos, já que os desafios são muitos e as batalhas estratégicas exigem que a gente pense muito bem antes de executar nossas ações. E como não poderia deixar de ser, o sistema de criação de personagens é bem avançado e dá aos jogadores a oportunidade de produzir heróis únicos e com conjuntos de habilidades perfeitamente alinhados com seus estilos. Enfim, temos aqui um RPG digno de atenção que também oferece pacotes de conteúdo prontos para garantir muitas horas de jogatina.

  • Mais informações: Steam

15. Sea of Stars (PC, PlayStation e Xbox)

Influenciado diretamente por alguns dos maiores JRPGs de todos os tempos, Sea of Stars (2023) é um game que chama a atenção inicialmente por apresentar construções em pixel art incríveis. Sim, o jogo tem aquele “ar retrô” que deixa os veteranos do mundo gamer “babando”, mas vai além das aparências e entrega uma história muito bem contada, com direito a algumas surpresas e personagens marcantes. Quanto ao sistema de combates, temos o velho esquema de turnos, mas algumas mecânicas deixam as coisas um pouco mais dinâmicas e estratégicas. Por esses e outros motivos, o game recebeu diversos prêmios e conseguiu se posicionar como um dos maiores projetos indie dos últimos tempos. Então, acho bom você separar um tempo para encarar essa bela jornada também.

  • Mais informações: Steam

16. Star Ocean The Second Story R (PC, PlayStation, Nintendo Switch)

Remake de um clássico lançado em 1998, Star Ocean The Second Story R (2023) é a prova de que dá para resgatar os clássicos do passado sem ter que mexer muito com a essência dessas aventuras. De certa forma, o game continua daquele jeito que conquistou tantos fãs na década de 1990, mas suas construções gráficas seguem pelo estilo HD-2D, com direito a cenários impecáveis e personagens com um nível um pouco maior de detalhamento. No mais, o sistema de batalha continua o mesmo (um pouco mais ágil, talvez) e as histórias ainda conseguem cativar. E só para constar, esse é um daqueles jogos que têm múltiplos finais, ou seja, são grandes as chances de você querer zerá-lo mais de uma vez.

  • Mais informações: Steam

17. Tales of Arise (PC, PlayStation e Xbox)

Como a franquia Tales of, da Bandai Namco, é a minha favorita, resolvi fazer uma menção honrosa ao excelente Tales of Arise nesta seleção com os melhores RPGs offline para PC e consoles. Esse é o título mais recente da série (até o momento) e o fato de ele ter sido considerado como o melhor RPG de 2021 (no The Game Awards) é um atestado da sua qualidade. Esse jogo apresenta construções gráficas em estilo anime, uma história muito envolvente, personagens incríveis e um sistema de batalhas viciante. Assim, mesmo quem não é fã de longa data da franquia acaba encontrando motivos para curtir a aventura do início ao fim. Com toda a certeza, esse é um game que merece o selo de “obrigatório”.

  • Mais informações: Steam

18. The Elder Scrolls V: Skyrim (PC, PlayStation e Xbox)

Considerado por muitos como um dos maiores jogos de todos os tempos (de qualquer gênero), The Elder Scrolls: Skyrim V (2011) é tão bom que ainda há um grande número de players se dedicando ao game. De fato, o título continua tão relevante que sua sequência ainda está em processo de desenvolvimento e os players não vão se preocupar muito com a longa espera, pois ainda têm coisas para fazer no vasto mundo aberto do Skyrim. E por falar nesse mundo aberto, podemos dizer que todos os cenários são ricos em elementos fantasiosos e isso acaba chamando a atenção de quem curte histórias com essa pegada. Certamente, esse game é um ícone cult da indústria de jogos eletrônicos e outra daquelas aventuras que todos devem experimentar pelo menos uma vez na vida.

  • Mais informações: Steam

19. The Witcher 3: Wild Hunt (PC, PlayStation e Xbox)

GOTY de 2015, The Witcher 3: Wild Hunt encerrou a trilogia The Witcher da melhor maneira possível e acabou elevando o personagem Geralt de Rivia ao patamar de outros grandes ícones do mundo dos games. O jogo apresenta um mundo aberto incrível, uma história envolvente e cheia de ramificações, confrontos de proporções épicas e uma enorme liberdade para os players definirem como eles querem dar continuidade às suas jornadas. Cabe lembrar que o título recebeu upgrades nos últimos tempos e já ostenta construções gráficas bem compatíveis com aquilo que se espera dos games mais atuais. Com isso, a aventura acabou ficando atrativa novamente e deverá permanecer “em alta” até o próximo jogo da franquia ser lançado. Vale a pena reservar um tempo para encarar essa aventura.

  • Mais informações: Steam

20. Trials of Mana (PC, PlayStation e Nintendo Switch)

Trials of Mana (2020) tem uma história curiosa. Isto é, o game é o remake de um clássico do Super Nintendo, que nunca chegou a ser lançado fora do Japão. Por conta disso, quando a aventura ficou disponível, muitos a consideraram como uma novidade para a lendária franquia Mana. E o mais interessante é que o jogo é um Action RPG de primeira, que oferece batalhas desafiadoras, diversos personagens, storylines diferenciadas e um sistema de classes que garante a criação de algumas builds bem interessantes. Como bônus, ainda temos elementos que são verdadeiros ícones da série da Square Enix, o que acaba despertando muitos sentimentos nostálgicos naqueles que curtem as histórias da árvore e da espada desde a década de 1990. Imperdível!

  • Mais informações: Steam

21. Triangle Strategy (PC e Nintendo Switch)

Colocando um ponto final nesta seleção com os melhores RPGs offline para PC e consoles, temos o excelente Triangle Strategy. O game tem o apelo visual do estilo HD-2D (popularizado pela franquia Octopath Traveler), mas deixa claro que seu gameplay foi influenciado por lendas como Fire Emblem e Final Fantasy Tactics. Os combates táticos do jogo são bem envolventes e ajudam a deixar a bela história ainda mais cativante, sem contar que algumas mecânicas únicas podem alterar os rumos da trama e fazer com que cada jornada se torne diferente. De forma resumida, pode-se dizer que Triangle Strategy é um espetáculo, no que diz respeito ao visual, e uma experiência muito sólida para aqueles que são fãs de RPGs táticos e de tramas complexas.

  • Mais informações: Steam

━═☆═━ Fique por dentro das novidades! ━═☆═━

Siga a MMORPGBR no Google News e não perca nada. Clique na imagem abaixo para se manter atualizado sobre os últimos lançamentos de MMOs!"

14 Comments so far. Feel free to join this conversation.

  1. ShyBoy 02/06/2018 at 13:34 - Reply

    Gostei bastante de Dragon Age 1, os personagens tinham uma profundidade incrível (o melhor RPG que já joguei). Já no Dragon Age 2, senti o jogo mais limitado, embora tenha gostado do sistema de combate hack’n’slash. No 3, simplesmente não curti a história e o mundo aberto, cheio de missões inúteis para fazer. Não consegui jogar por mais de 2 horas. O sistema de combate pra min também ficou uma merda. Espero que o 4 não decepcione.

    • Rabujento 05/06/2018 at 01:54 - Reply

      A história da Saga Dragon Age é muito boa, parece que a gente está jogando e fazendo seu próprio roteiro de série.

  2. Jonathan A. Machado 02/06/2018 at 17:50 - Reply

    Skyrim é o jogo que mais jogo atualmente, to viciado nos mods haha

  3. Paulo Henrique 03/06/2018 at 18:00 - Reply

    coloco dragon age inquisition fácil entre os 3 primeiros.

  4. Pevi 03/06/2018 at 20:44 - Reply

    Skyrim para mim é o RPG mais completo, porém de enredo eu prefiro o Dragon Age ou The Witcher.

  5. Rabujento 05/06/2018 at 01:56 - Reply

    Eu não joguei o Inquisitor por causa dessa coisa de não usar mais o Save, eu joguei demais o Dragon Age Origins e o Dragon Age 2, além deles viciei na Franquia Mass Effect 1,2,3 (Final Perfeito em Dragon Age e Mass Effect 100%), eu gostava demais também de Neverwinter 2.

  6. Wendel Silva 19/01/2021 at 01:23 - Reply

    Seria bom se estivessem todos em PT Br

  7. smeagol00 19/01/2021 at 08:26 - Reply

    Só queria que os jogos da koei tecmo tivesse um preço mais justo pro brasil pela steam.
    Enquanto os argentinos pagam o equivalente a 40 reais, nós pagamos 250. E a maior promoção que vi até agora ficou a 150 reais ainda, é muita grana.

    • Moises Galeano 19/01/2021 at 15:54 - Reply

      Concordo… Tem jogo que com 50 ou 60% de desconto fica uns 80R$… Tenso…

  8. Dane se 20/01/2021 at 00:04 - Reply

    “Dragon’s Dogma: O game é rico em cenários exuberantes e mantém os players ocupados com um dose gigantesca de conteúdo.”

    Also Dragon’s Dogma: meia hora caminhando na floresta pra lá e pra cá

  9. Lynos_OMagnífico 20/01/2021 at 17:33 - Reply

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    Nunca JRPG é melhor que Ocidentais mano, cai na realidade

    • Leonhart 22/01/2021 at 15:07 - Reply

      O cara paga pau pra RPG ocidental HUAHUAHUAHAUHAUAHUAHAUAHUAHAUAHAUHAUAHUAHAUHUA

      • Lynos_OMagnífico 23/01/2021 at 13:53 - Reply

        JRPG prestou até 2010
        Após isso, um ou outro se salva
        Aceita que dói menos doidao
        Hahahahahhahahahahah

  10. Daniel 23/01/2021 at 01:29 - Reply

    Tantos outros rpgs com um vasto conteúdo para ser citado( o rapaz no comentário abaixo mencionou alguns títulos bons), mas o autor da matéria finaliza com “To the Moon”… só pode ser sacanagem.

Leave A Response