Governo chinês exige ajustes no conteúdo de jogos de grandes empresas e “fecha o cerco” para a aprovação de novos projetos

Publicado em 13/09/2021 - 07h07 por Yohan Bravo

Há alguns dias, mencionei (via MMORPGBR) alguns problemas que estão surgindo lá na China, por conta de novas regras do governo, que criaram uma limitação para a quantidade de horas jogadas por indivíduos com menos de 18 anos. Porém, parece que as autoridades do país asiático resolveram dar um “carinho especial” para o mundo dos games e já estão criando novos obstáculos para a indústria. Aliás, gigantes como a Tencent e a NetEase, assim como outras empresas do segmento, já estão começando a perder dinheiro… bora checar as informações?

Jogue gratuitamente Splitgate?
  • Splitgate: Arena Warfare é um jogo de tiro multijogador acelerado que usa portais controlados pelo jogador para criar uma nova dimensão de combate na arena. Splitgate foi descrito como “Halo encontra Portal”. Ele foi desenvolvido e publicado pelo estúdio independente 1047 Games e está no Early Access no Steam desde 2019.. Clique aqui e jogue!

Além de todas as consequências da limitação de três horas semanais de jogatina para os players com menos de 18 anos, as empresas chinesas também estão começando a sofrer com uma nova fiscalização do governo, no que diz respeito ao conteúdo dos jogos. Isso mesmo! As autoridades convocaram as empresas e informaram que haverá uma análise mais minuciosa a partir de agora e isso resultará em um atraso na aprovação de novos projetos. De acordo com as informações, a ideia é simples: “Os conteúdos obscenos e violentos e aqueles que criam tendências insalubres, como a valorização do dinheiro e a feminização, devem ser removidos”.

Como não poderia deixar de ser, a simples menção a essa “análise minuciosa” já fez com que as empresas perdessem seu valor no mercado. Só a Tencent e a NetEase, por exemplo, registraram uma queda de 60 bilhões de dólares após a notícia (mas a situação já está se normalizando). Enfim, temos aqui mais um capítulo da luta do governo chinês contra aquilo que foi batizado pelas autoridades como “ópio espiritual”, ou seja, os games. E o que nos resta é ficar de olho, a fim de verificar como essas ações vão impactar a jogatina e o conteúdo dos títulos gerenciados pelas empresas chinesas em outros cantos do globo.


Conheça Crossout, o MMO de ação veicular que lembra Mad Mad:
  • Crossout é o mais recente projeto da fama Targem Games e Gaijin Entertainment of War Thunder. O jogo se passa em um mundo pós-apocalíptico após o golpe duplo de uma invasão alienígena e um projeto de teste genético que deu errado. Os jogadores resgatam, compram e trocam peças e personalizam suas máquinas de guerra exclusivas para ajudá-los a sobreviver no ambiente hostil. Crossout parece uma combinação incrível de Mad Max e BattleBots. Clique aqui para começar a jogar gratuitamente!