Genshin Impact vai custar US$ 200 milhões anualmente para a miHoYo, revela CEO do estúdio

Publicado em 28/02/2021 - 14h36 por Márlon Vieira

Há alguns dias, Cai Haoyu, CEO e co-fundador da miHoYo, participou de uma conferência online organizada por uma universidade, onde compartilhou algumas informações interessantes sobre o sucesso global de Genshin Impact. Para começar, Haoyu revelou que ficou surpreso com a popularidade global do game, com muitos de seus colegas de classe que moram no exterior o contatando para falar sobre o jogo, ou dizendo que seus filhos estavam adorando jogar Genshin Impact. 

Ainda segundo Haoyu, ele apenas se deu conta da escala de sucesso de Genshin Impact e sua popularidade depois que parentes próximos e colegas de universidade, que não mantém contato, começaram a aparecer como usuários do game. Anteriormente, ele havia admitido que tinha receio que Genshin Impact não atraísse jogadores. Ele também se mostrou preocupado com as pessoas não curtindo o game depois de seu lançamento.

Muito pelo contrário, na realidade o título virou uma febre mundial assim que foi lançado, recuperando seu custo de produção de US$ 100 milhões em apenas duas semanas. O título teve um dos lançamentos mais bem sucedidos da história dos jogos digitais. Sobre isso, ele confirmou as informações, e disse que Genshin Impact tem um custo de operação anual de US$ 200 milhões. O que não é lá um problema, tendo em vista que o game gera receita de cerca de US$ 6 milhões por dia apenas em dispositivos móveis. 

Nada mal para um estúdio que começou pequeno com 4 ou 5 funcionários, incluindo os seus 3 co-fundadores, e agora possui mais de 2.000 funcionários e, além da sede na China, escritórios no Canadá, Japão e Coreia do Sul. Cai Haoyu atribuiu o sucesso da miHoYo a 3 pontos: 1, capacitar funcionários de linha de frente para tomar decisões; 2, os pontos fortes dos produtos miHoYo são mais “poderosos” do que os pontos fortes de gerenciamento; 3, miHoYo tem poucos produtos, portanto, há poucos problemas para resolver problemas entre departamentos.