Final Fantasy XIV é tão bem-sucedido que a Square Enix teve que suspender a venda do game

Publicado em 16/12/2021 - 09h59 por Yohan Bravo

No início deste mês, a Square Enix promoveu a estreia da expansão Endwalker, de Final Fantasy XIV, e o game passou a quebrar diversos recordes, em termos de jogadores simultâneos, mas também começou a sofrer com servidores lotados e longas filas de espera. Em outras palavras, o game está fazendo tanto sucesso que a empresa japonesa não está dando conta da grande quantidade de players. E nesta semana, uma medida curiosa foi tomada: certas versões do game ficaram indisponíveis, com vistas a barrar a entrada de mais jogadores… bora analisar o caso?

Diminua o lag em jogos online de forma simples
  • Experimente gratuitamente o ExitLag, programa criado de jogadores para jogadores com o intuito de diminuir o lag e liberar as zonas congestionadas de sua conexão, oferecendo um gameplay sem os temidos travamentos de lentidões. Clique aqui e experimente!

De acordo com as informações, a Square Enix resolveu suspender a venda de certas versões de Final Fantasy XIV e bloqueou os registros para a versão free trial, com vistas a controlar o grande contingente de players que estão tentando ingressar na aventura. No anúncio que revelou tais medidas, a empresa japonesa mencionou que o foco é manter a qualidade da experiência dos players que já estão se dedicando ao game há algum tempo. Aparentemente, a situação vai permanecer desse modo até que novos servidores possam ser adicionados ou o jogo registre quedas em sua popularidade.

Vale destacar também que, em função dos problemas que vêm marcando a experiência dos jogadores (longas filas e outros problemas comuns de servidores lotados), a Square Enix vai oferecer mais 14 dias de assinatura gratuita, a título de compensação, fazendo o total de dias gratuitos chegar a 21. Lembrando que o jogo segue fazendo muito sucesso, quebrando recordes e ainda está com um update agendado para chegar no dia 21 de dezembro. Em outras palavras, Final Fantasy XIV vai fechar o ano alcançando o ápice da sua popularidade.