Valve é processada por ser conivente com mercado ilegal de itens de “CS:GO”

Publicado em 27/06/2016 - 08h35 por Márlon Vieira

case_6_knives

De acordo com o site Polygon, um jogador de “Counter-Striker:GO” chamado Michael John Mcleod entrou com uma ação judicial contra a Valve devido a empresa, segundo ele, ter conhecimento e ter criado o ambiente ideal para o mercado ilegal de itens do jogo, onde jogadores estariam comprando skins de armas de “CS:GO” para utilizarem em apostas de partidas profissionais, uma vez que estas skins também podem ser convertidas em dinheiro, ou seja, na realidade os jogadores apostam dinheiro e as skins seriam como fichas de casinos.

Michael John Cleod alega que muitos sites onde são feitas estas apostas não possuem verificação de idade para serem usados, permitindo que jogadores com menos de 21 anos façam apostas, o que é proibido pela lei americana. Ele ainda afirma que várias vezes fez apostas nestes sites antes e após completar 21 anos e perdeu seu dinheiro.

Ainda segundo ele, a Valve tem conhecimento destes sites pois para criar uma conta é necessário a autenticação utilizando uma conta do Steam, e somente com o conhecimento da Valve, eles poderiam utilizar este tipo de login.

Via: Polygon

Leia mais sobre: