“Tibia”, um dos primeiros MMORPGs da história, está completando 20 anos

Publicado em 09/01/2017 - 20h22 por Márlon Vieira

No último dia 7, “Tibia“, um dos primeiros MMORPGs da história, completou oficialmente 20 anos desde seu lançamento em janeiro de 1997. O título é um dos MMORPGs ativos mais antigos do mundo.

Segundo os desenvolvedores, apesar de todos esses anos, “Tibia” ainda conta com uma comunidade crescente e é atualmente jogado por mais de 100 mil jogadores todos os dias. Durante essas duas décadas, mais de 30 milhões de contas foram criadas. Uma curiosidade é que o jogo tem como seu jogador mais famoso a personalidade do Youtube PewDiePie, que confessou no ano passado que o jogo era o seu “favorito de todos os tempos” e o game no qual ele “gastou anos jogando quando era mais novo”.

A Cipsoft também divulgou um novo trailer relembrando os conteúdos que foram lançados no título por todos esses anos, confira abaixo:

Visite o site oficial do jogo.

  • Shogunyan

    O vídeo ficou bem legal mas e o jogo já tem sons agora?

    • Gukiba

      Pior que não… kkkkkk
      Enquanto muitos jogos recém lançados já estão sendo encerrados, Tíbia tá aí firme e forte, sem áudio e sem animação.

      • E cheio de bots, mas falaram que nessa última atualização não teriam bots, porém ainda não joguei para ver se ainda tem.

  • Purple Hoplite

    Tibia e Ragnarok foram os jogos que marcaram minha infância de adolescência. Inclusive, Tibia é o motivo por eu ter ido mal no ensino médio.

    • Gukiba

      Tíbia eu não cheguei a jogar, porque eu não tinha um pc em casa na época, tudo o que eu tinha era um super nintendo, porém eu morria de vontade de jogar Tibia só de ver o meu primo jogando. Mas na época do Ragnarok eu ganhei meu primeiro pc, esse sim eu joguei até morrer, durante anos e anos, virava noites no Ragnarok, pra mim foi o melhor MMORPG de todos os tempos. Nunca consegui encontrar outro jogo que me envolvesse tanto. Cheguei a me iludir com a promessa de Tree of Savior, mas ele não passou nem perto. Cheguei a conclusão que pra um jogo ser envolvente, viciante e marcante não se trata só do jogo em si, mas também de uma fase única da vida que não volta. Atualmente jogo só DOTA, mas sempre que tenho oportunidade testo todos os MMORPGs novos que lançam, cada um mais chato que o outro. Mas tem um jogo aí que vai lançar nos próximos dois meses que está despertando em mim uma pontinha de esperança de voltar a me envolver com um MMORPG depois de anos sem me firmar em nenhum.

  • Rabujento

    Jogo ruim, sempre foi p mim, e cada ano fica pior

    • Dirceu Barros da Silva

      De novo faltando ponto final aiaiai

  • Helder

    Esse tema de intro me fez lembrar dessa música; tanto a música como o jogo podem ser facilmente encontrados no museu mais próximo da sua casa kkkkkk, sem contar que daria o soundtrack perfeito.

    https://www.youtube.com/watch?v=NmCCQxVBfyM