Estúdio brasileiro abre inscrições para primeiro teste fechado de “Profane”

Publicado em 01/12/2016 - 12h22 por Márlon Vieira

O estúdio brasileiro Insane Games abriu as inscrições para o primeiro teste fechado de seu aguardado MMORPG “Profane“. O evento será realizado entre os dias 5 a 9 de dezembro e será destinado a um número limitado de jogadores.

Inspirado em jogos clássicos como “Ultima Online” e “Darkfall“, “Profane” resgata e aprimora mecânicas consagradas e inova e renova mecânicas fracassadas de jogos anteriores. O game contará com tudo que um bom MMORPG sandbox pode oferecer, com jogadores possuindo liberdade total, PvP sem restrição de zonas (totalmente livre), construção de vilas e casas, Full Loot (todos os itens são derrubados ao morrer) e muito mais.

Interessados podem se inscrever através desta página para concorrer a uma vaga nesta e nas futuras fases de testes de “Profane”.

  • pedrao

    É muito bom ver o cenário brasileiro crescendo.

    • Gukiba

      Também acho ótimo.
      E me mata de raiva uns pirralhos da internet que sempre aparecem pra criticar o trabalho dos compatriotas, e ficam querendo comparar com os jogos coreanos.

      • pedrao

        Infelizmente essa é a cultura do brasileiro. O jogo está bem legal, vi alguns lives, adorei o sistema de movimentação e combate, espero poder degustar o cbt.

  • Heron Sena

    So espero que eu seja selecionado!
    Quero muito acompanhar o desenvolvimento desse jogo!

  • Lucar

    Só de ver a falta de suavidade nos movimentos perco a vontade de testar. Será que é tão complicado fazer uma movimentação estilo WoW?

    • Esse jogo está nos primeiros estágios de desenvolvimento, então acho que a movimentação, no geral, será melhorada com o passar do tempo. Agora você falar em movimentação sem suavidade e citar logo o WoW uahuahuahua Se citasse Guild Wars 2, TERA, enfim, até entenderia.

  • Gostei bastante da proposta do game e também é muito legal ver nosso cenário brasileiro de MMORPG crescendo!

  • Allan Alves

    Mesmo que o jogo acabe sendo um fracasso, faço questão de ajuda-lo(comprando founder ou jogando), apenas por ser desenvolvido por Brasileiros.

    • pedrao

      Boa! Então somos dois <3