Desenvolvedores de “Atlas”, MMO de piratas, pedem desculpas em novo comunicado para a comunidade e prometem melhorias

Publicado em 28/12/2018 - 12h05 por Márlon Vieira

Lançado em Early Access no Steam após uma semana de atraso, “Atlas” foi de “um dos MMOs mais promissores do ano” a “decepção do ano” em questão de horas, sendo bombardeado por análises negativas no Steam.

Em um comunicado publicado no Steam nesta quinta-feira, os desenvolvedores se desculparam pelo o lançamento turbulento marcado por problemas de conexão, travamentos e outras polêmicas.

Segundo os desenvolvedores, eles não esperam que “Atlas” tivesse um fluxo tão grande de jogadores com a abertura do Acesso Antecipado. Vale lembrar, no entanto, que uma das promessas do jogo é comportar até 40 mil jogadores um único servidor.

Além de pedir desculpas, no comunicado os desenvolvedores informam que têm trabalho duro implementando atualizações de correção quase que diariamente.

“Desde o lançamento, a equipe priorizou pesadamente soluções de conexão e capacidade, atualizações de desempenho do servidor e do lado do cliente, correções de falhas no servidor e no cliente, além de lidar com problemas gerais de jogabilidade e questões de equilíbrio.

Continuaremos a iterar a uma taxa muito rápida, você geralmente pode esperar implementações diárias e atualizações para servidores e clientes, e às vezes até várias, se acharmos que uma mudança é significativa o suficiente para justificar isso. Agradecemos sinceramente a paciência e o apoio de todos durante este período de lançamento e pretendemos mostrar nossa gratidão por meio de atualizações frequentes que solucionam os problemas que são importantes para você e melhoram o ATLAS tanto no curto prazo quanto no longo prazo”, diz o comunicado.

Confira o comunicado na íntegra em inglês aqui.

Dica: