DayZ poderá ser banido na Austrália, por funções que ainda nem existem no jogo

Publicado em 13/08/2019 - 09h58 por Yohan Bravo

DayZ foi lançado em 2018 e, desde então, tem garantido uma boa dose de adrenalina para os jogadores. O game traz uma roupagem muito interessante para os famosos apocalipses zumbis e garante uma ferrenha luta pela sobrevivência. Mas parece que as autoridades australianas não estão satisfeitas com algumas funções do jogo e pretendem bani-lo da terra dos cangurus.

Bem, a história começou em junho deste ano, quando a entidade Australian Classification Board recusou a classificação do game. Essa recusa teve fundamento na ideia de que o game irá (no futuro mesmo) expressar, descrever ou lidar com temas relacionados a sexo, abuso de drogas, crime, crueldade, violência. Enfim, segundo as autoridades australianas, o título será repudiável e, por isso, não poderá ser classificado.

O relatório emitido pela entidade não foi claro aos especificar os pontos em que as condutas repudiáveis são encontradas. No entanto, fontes sugerem que se trata de sistemas que ainda serão implementados no jogo, como, por exemplo, cannabis como item de cura.

A princípio, a recusa da classificação prejudicará apenas o lançamento físico do jogo, que iria acontecer em breve. Contudo, a versão digital já corre riscos. Resta agora saber se a Bohemia Interactive, desenvolvedora da aventura, vai retirar os pontos negativos, para poder evitar problemas. Não está fácil para ninguém, não é mesmo?

Tá cansado de morrer em jogos online por causa do ping e lag supremo?
Leia mais sobre: